Quanto mais homogénea for a dissolução da tinta na superfície, maior é a energia de superfície.
Por que razão a tinta é o melhor dedo?

Por que razão a tinta é o melhor dedo?

Porque é que a cola ou a fita adesiva adere? Como testamos a aderência? Tudo sobre o teste do dedo, o teste da tinta e a energia de superfície na fixação com cola.



Quando verifica uma fita adesiva com o dedo, poderá pensar que a sua aderência é elevada se a fita aderir ao seu dedo. Mas tal não significa que a aderência seja a mesma noutros materiais. A razão por que algo cola depende da energia de superfície. O que é que isso significa para o seu dedo? Descubra aqui.

Como funciona a cola/fita adesiva?

Aplicações de fita para a indústria automóvel
Os frisos, os perfis e os emblemas são fixos nos automóveis com fitas adesivas

A força ideal de uma fixação adesiva depende da aplicação. Se for necessário remover facilmente a fita adesiva, como é o caso da fita de máscara, por exemplo, sem danificar a superfície, a fixação não deve ser demasiado forte. Se for suposto fixar objetos durante anos, como o logótipo da empresa na traseira do seu carro, a fixação deve ser suficientemente forte para não descolar em quaisquer circunstâncias ou condições. As propriedades de fixação são especificadas de forma muito precisa para cada fita adesiva. Há muitos fatores envolvidos aqui: O adesivo, o suporte e o peso da aplicação são alguns deles.

A força da fixação da fita adesiva depende de fatores muito diferentes: as condições de adesividade (temperatura, etc.), a aplicação (por exemplo, a pressão na aplicação), o tempo de aquecimento e a velocidade de tração – e ainda a superfície a aderir. A polaridade e as características (em bruto/suave) de uma superfície desempenham um papel importante na propriedade de adesividade.

global.read_more

Energia de superfície: Fixar com tensão

Água em tecido e pintura de carros: Dependendo da energia de superfície a água cria gotas ou simplesmente escorre.
Água em tecido e pintura de carros: Dependendo da energia de superfície a água cria gotas ou simplesmente escorre.

Uma boa adesão da fita adesiva depende em primeiro lugar da energia de superfície. Apenas o que é “certo” para muitos contextos diferentes pode fixar-se de forma ideal.

Fiquemo-nos pela porta da bagageira do seu carro por agora. Como todos os sábados, acabou de lavar e encerar o seu carro. E claro que começa a chover. No entanto, as gotas de água limitam-se a escorrer pela superfície. Mantêm a sua forma e não se dissolvem.

A explicação é o facto de terem uma energia de superfície mais elevada do que a pintura encerada do carro (numa panela em teflon as gotas comportar-se-iam da mesma forma). Isto porque um líquido fundamentalmente não se quer dissolver. Tenta manter a sua superfície o mais pequena possível. Assim, forma uma bola devido à sua tensão superficial.

global.read_more
As Forças de coesão - ou seja, a atração (interior) - entre as moléculas líquidas criam um fenómeno chamado "tensão superficial". As moléculas na superfície de um copo de água, por exemplo, não têm outras moléculas de água em todos os seus lados. Por isso são atraídas para o interior da água; aglutinam-se mais fortemente às moléculas de água ao seu lado e abaixo delas. Esta atração é mais elevada do que a atração às moléculas de ar acima delas. No fim do processo, esta força interna cria a superfície que separa água e ar.
As Forças de coesão - ou seja, a atração (interior) - entre as moléculas líquidas criam um fenómeno chamado "tensão superficial". As moléculas na superfície de um copo de água, por exemplo, não têm outras moléculas de água em todos os seus lados. Por isso são atraídas para o interior da água; aglutinam-se mais fortemente às moléculas de água ao seu lado e abaixo delas. Esta atração é mais elevada do que a atração às moléculas de ar acima delas. No fim do processo, esta força interna cria a superfície que separa água e ar.

No entanto, algumas forças atuam sobre essa bola. A gravidade atrai-a assim como outras superfícies, como a pintura do seu carro. Quanto mais forte for a força que atrai a bola, mais deformada esta se torna. A bola dissolve-se na superfície se houver uma interação forte com uma superfície de energia elevada.

É semelhante ao que ocorre com o adesivo da fita adesiva e a superfície onde deseja fixar a fita. Independentemente da superfície (e da sua energia de superfície), o adesivo dissolve-se melhor num caso e pior noutro. Cola de forma mais sólida num caso e menos noutro. É por isso que os primários são usados para fitas adesivas com suportes com baixa energia de superfície (por exemplo, plástico). Estes aumentam a energia de superfície do suporte para que o adesivo adira ainda mais fortemente.

Dedo ou tinta?
Se quiser testar a aderência da fita adesiva, pode colar o seu dedo outra vez. Mas a forma como a fita adesiva adere ao seu dedo não diz nada sobre a aderência à superfície em que vai aplicá-la. O seu dedo e uma superfície têm energias de superfície bastante diferentes (a menos, claro, que queira colar a fita adesiva ao seu dedo. Então também pode fazer o teste com um penso...).

global.read_more
Teste da tinta em alumínio
Teste da tinta em alumínio

Por que razão agora a tinta é o melhor dedo? É muito simples: porque a tinta é líquida e em certa medida comporta-se como um adesivo. Quanto mais homogénea for a dissolução da tinta na superfície, maior é a energia de superfície. Isto demonstra as propriedades que o adesivo deve conter para aderir a esta superfície. Vai descobrir como funciona no nosso artigo sobre o teste da tinta.