Institutos de ensaios externos – Testes relativamente a condições atmosféricas extremas

A tesa® ACXplus 7078 foi testada tanto na Universidade do Chile como na Universidade James Cook, na Austrália, relativamente à sua adequabilidade para diferentes aplicações de construção durante condições atmosféricas extremas.

As condições atmosféricas extremas são uma parte inevitável da vida em algumas partes do mundo. Para estes países, os nossos produtos são testados relativamente ao seu desempenho durante desastres naturais. Estabelecer a melhor solução de fitas para uma aplicação é uma parte muito importante do nosso trabalho. Enquanto alguns testes podem ser feitos internamente, testes mais especializados requerem um instituto de ensaios externo. A tesa® ACXplus 7078 foi testada tanto na Universidade do Chile como na Universidade James Cook, na Austrália, relativamente à sua adequabilidade para diferentes aplicações de construção durante condições atmosféricas extremas.

A tesa® ACXplus 7078 passou o teste de terramotos no Chile

A DICTUC é uma subsidiária da Universidade do Chile que fornece serviços de consultadoria relativamente a análises sísmicas para o contexto da construção. A empresa beneficia das tecnologias criadas nesta universidade, conhecida pelo seu conhecimento especializado. A DICTUC testou a tesa® ACXplus 7078, uma fita biadesiva, como parte de um sistema de divisórias. A DICTUC usou o método de teste padrão recomendado para avaliar divisórias sujeitas a força sísmica. Este método de teste é denominado AAMA 501.6-09. Os requisitos de teste foram baseados em dados gravados durante o sismo de magnitude de 8,8 que atingiu o Chile, em 2010.
O teste simulou os efeitos que um terramoto teria num edifício com 20 pisos. Sujeitou a fita tesa e os painéis em vidro com caixilho a um choque 60% mais elevado do que o sentido em fevereiro de 2010, com movimento de 50 mm para cima e para baixo e 42 mm de movimento lateral.

Após o teste, a fita tesa e o vidro com caixilho foram testados minuciosamente. Não foram encontrados quaisquer danos, colapsos, descolamentos ou falhas. Foi um estrondoso sucesso para a tesa® ACXplus 7078, comprovando a sua adequabilidade a aplicações nesta área.

read more

tesa® ACXplus 7078 suporta condições ciclónicas e de ventos fortes

A Estação de ensaios ciclónicos da Universidade James Cook consiste numa equipa dedicada a minimizar a perda e sofrimento causados por eventos de ventos fortes, assegurando que os materiais de construção são testados ao mais elevado nível. Em 2014, a Estação de ensaios ciclónicos avaliou a eficácia da tesa® ACXplus 7078 em aplicações de parede durante condições ciclónicas e de ventos fortes.
Para estes testes, foram usados painéis de alumínio composto, constituídos por duas chapas finas de alumínio com um núcleo mineral. Foram fixados a ripas tipo top hat antes de se tornarem a “tampa” de uma câmara de pressão. Foi então aplicada pressão uniforme na face interna do painel de alumínio composto, através de grandes ventoinhas de centrifugação. A pressão de teste foi ajustada para compensar o facto de os painéis terem sido testados horizontalmente, já que seriam eventualmente usados verticalmente. A pressão do ar foi aumentada lentamente até se atingir o limite de desvio ou até o painel exibir sinais de deformação permanente.
Os critérios de aceitação para este teste requeriam que o elemento de teste completo permanecesse na posição sem distorção permanente, fraturas ou danos. Não foi detetável qualquer descolamento dos painéis do adesivo nem do adesivo das ripas tipo top hat na tesa® ACXplus ou nos painéis de alumínio composto. O teste foi um sucesso total para esta construção.
Este tipo de teste representa uma grande oportunidade para nós. Permite-nos obter conhecimentos e dados relevantes a nível global. Desta forma, podemos atingir os nossos objetivos de fornecer ao mercado soluções que funcionam comprovadamente em condições do mundo real.
Contacte-nos caso tenha questões acerca dos tópicos mencionados.